8 de jun de 2010

Bulimia

Atônito sentimento de repulsa.
Quero expulsar-me.
Catapulta.
Mas nada que eu faça desfaz esse embrulho.
Quero vomitar-me.
Desfazer-me.
Ver-me líquido nojento.
Gigante que sou.
Quero vomitar-me.
Enfio o dedo na garganta.
Perfuro entranhas.
Estou muito dentro.
Obesa.
Não saio.
Esse mal estar na barriga.
Essa dor de cabeça.
Essa sensação de inexpressão e dor.
Esse cheiro de agonia e podridão.
Sou eu.

Atônito sentimento de repulsa.
Quero vomitar-me.
Aliviar-me das culpas.
Quem sabe deixar escorrer do nariz esta insana vaidade?

Quero vomitar-me.
Mas já é tarde.

Indigestão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário