13 de dez de 2010

Alice

Acorda, Alice!
Espanta a meiguice dos olhos que nem remela!

Abre a janela e se espanta!
Esse sol jamais estampa manhãs amarelas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário