8 de mai de 2011

Só mais um pouco de perfume

"Sou a mentira mais doce que alguém já cuspiu"

--I --

Só mais um pouco de perfume
E eu me dispo
A cama tem falta de sonho

Só mais um pouco de perfume
E eu me desfaço
Brisa de cálida fumaça
Esfumaço os cheiros
Desmancho abraços
Pálidas nuances de momentos
Tímidos fingimentos

Só mais um pouco de vento
E eu esvoaço

-- II --

Só mais um pouco de perfume
Só mais um pouco de caminho
Acalento, carinho, ternura
Abraço, clausura
Tormento

Só mais um pouco,
Um momento
Que depois deste vento
Pouco de nós vai ficar

Só mais um pouco
Um olhar

Transborda em mim o restante
O suspiro errante
E o beijo que quase existiu
Guarde de mim o que você sentiu
Um pouco de perfume marcando o caminho
Um pouco de amor circulando - carinho
Um pouco de vinho nos lábios... amor

Só mais um pouco de amor
E fecharemos a cúpula feita de sonhos
Onde cultivamos nossa história
Um pouco de rosa
A mais bela rosa do nosso jardim

Só mais um pouco e eu parto
Só mais um pouco, um retrato

E serei mais um rosto...

2 comentários:

  1. Gosto muito de comentar as poesias que leio!
    hehehe
    Porque acredito no potencial de nós jovens!
    E quando escrevemos poesia estamos mostrando quem somos!
    Adorei o conjunto dos poetas!

    Um grande abraço,volto mais vezes!

    A Cara da Poesia

    ResponderExcluir
  2. Amei de paixão vir aqui. Deu vontade de ficar, não mais sair. Tanto que já tô dentro, seguindo este cantinho dez! Já "fucei", li e reli cada texto. Gostei mesmo e vou voltar mais vezes, sempre que tiver aquele tempinho, pra desopilar. Gostaria de lhes convidar para uma vista lá no meu blog. Se gostar, e quiser, me "persigam". Gosto de sites inteligentes. Queria lhes deixar meu caloroso abraço.
    Alegrias duradouras. Ótimo final de semana a todos! Até mais!
    João Ludugero.

    ResponderExcluir